HIPOTIREOIDISMO EM CÃES: QUAIS SÃO AS CAUSAS?

O sistema endócrino é um dos mais complexos e importantes de nosso organismo e isso vale também para os animais de estimação!

Por conta disso, muitos cães sofrem com problemas metabólicos que também estão presentes nos seres humanos. Um bom exemplo disso é o hipotireoidismo em cães Hospital Veterinário.

O hipotireoidismo é uma doença que tem se tornado cada vez mais comum entre os animais de companhia, especialmente devido ao aumento da expectativa de vida dos pets.

Hospital Veterinário

Por isso, conhecer bem esse problema e saber como ele pode ser tratado é parte fundamental dos cuidados com nossos grandes amigos.

A seguir, discutiremos sobre essa doença, suas causas, sintomas e consequências para a saúde canina e, claro, falaremos também sobre o diagnóstico e o tratamento indicados para esse tipo de problema. Por isso, acompanhe e tenha uma boa leitura!

O que é o hipotireoidismo e quais são suas causas?
O hipotireoidismo é uma doença que ocorre quando a tireoide, glândula localizada na região do pescoço do animal, deixa de funcionar adequadamente e de produzir os hormônios pelos quais é responsável. Isso gera um desequilíbrio hormonal que afeta todo o metabolismo do pet.

Agora, que tal descobrirmos o que pode causar o hipotireoidismo em cães? Confira algumas das causas a seguir!

Predisposição genética
A hereditariedade pode ser um fator que contribui para o surgimento do hipotireoidismo em cães. No entanto, essa hipótese ainda demanda mais estudos para ser confirmada.

Problemas congênitos
Há, ainda, a possibilidade — ainda que remota — do hipotireoidismo canino ser causado por origens congênitas, ou seja, que vêm desde o nascimento do animal, geneticamente.

Idade
Cães mais velhos são comumente mais afetados pelo problema e, por isso, têm uma predisposição maior aos problemas na tireoide.

Ingestão insuficiente de iodo
Uma das causas mais recorrentes do hipotireoidismo é a falta de iodo na dieta, o que pode gerar uma série de desequilíbrios na tireoide do animal.

Neoplasias
Também bastante incomum, a presença de nódulos (sejam eles malignos ou benignos) na região da tireoide pode atrapalhar o seu funcionamento.

Raça
Algumas raças estão naturalmente mais predispostas a apresentar o hipotireoidismo. Entre elas, podemos citar o golden retriever, o schnauzer, o cocker spaniel e o spitz alemão.

Sintomas de hipotireoidismo em cães

Quais são os sintomas do hipotireoidismo em cães?
Os sintomas de hipotireoidismo em cães são muito inespecíficos e podem ser confundidos com sinais de várias outras doenças. A seguir, veja alguns deles:

letargia;
ganho excessivo de peso;
intolerância ao frio;
resistência às brincadeiras e passeios;
problemas dermatológicos (dermatite canina e outras);
falhas e queda no pelo no cachorro;
convulsões e desorientação.
Investigar todas as possíveis causas para esses sinais é essencial. Por isso, um veterinário experiente fará toda a diferença no diagnóstico!

Como é feito o diagnóstico e tratamento?
Chegar em um diagnóstico para o hipotireoidismo é sempre um desafio. É necessário excluir uma série de fatores que podem causar ou mimetizar tais sintomas. Por isso, um check-up completo do animal, com exames de sangue e de imagem, se faz necessário.

No entanto, o diagnóstico determinante é feito a partir de exames da função tireoidiana, com a medição dos principais hormônios. Descobrir a causa para o problema é o segundo passo, que será fundamental para a instauração do tratamento correto.

Algumas das terapias que podem ser utilizadas para lidar com esse problema são:

uso de medicações;
reposição hormonal;
adequações na dieta.
Como podemos observar, o hipotireoidismo em cães é um problema que traz sérias consequências para a qualidade de vida de nossos amigos. Sendo assim, é muito importante que o cãozinho com problemas na tireoide seja acompanhado por um endocrinologista veterinário.

Para agendar uma consulta na clínica veterinária com esse especialista ou tirar as suas principais dúvidas sobre o assunto, entre em contato com a nossa equipe! Estamos sempre dispostos a auxiliá-lo com eventuais questões. Até a próxima!

Written By

dixar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *